Características

  • Com o selo Real, e Datada 1940
  • Botões com as três coroas Reais, e marca do fabricante de Estocolmo
  • Com a etiqueta do fabricante
  • Jaqueta de Combate, Infantaria Sueca – Voluntário para as forças Finlandesas
  • Lã grossa (feltro)
  • Em ótimas Condições
  • Três bolsos internos e proteção para ventilação, e para evitar incômodos da lã na parte posterior do corpo (costas).
  • Falta apenas um botão plástico no bolso inferior frontal (que não se pode observar a falta, por ser escondido)
  • Com dois pequenos badges nos bolsos - Bolso dir, não encontrei informações sobre este emblema (só encontrei pessoal também querendo saber sobre ele) qualquer informação será bem vinda. Boldo esq. SUÉCIA-FINLÂNDIA INSIGNIA FOLKLANDSKAMPEN 1941, foi uma competição entre a Suécia ea Finlândia, onde os dois países competiram em uma marcha com o maior número de participantes, todos os participantes que completaram a marcha recebeu este emblema.

 

Na história

Usada por um voluntário Sueco que lutou pelos finlandeses na Guerra de Inverno finlandesa de 1939-40. Muitos Suecos se ofereceram para lutar pelos finlandeses, formando o Corpo Voluntário Sueco (Svenska Frivilligkåren), corpo de infantaria formado por suecos, que participou da Guerra do Inverno, na Finlândia (Talvisota), contra a União Soviética. Contou com um efetivo de quase 10.000 combatentes, entre oficiais e soldados. 
Também haviam voluntários noruegueses e dinamarqueses, comandados pelo General Ernst Linder, ex-militar sueco de ascendência nobre finlandesa. Lutou na Guerra Civil na Finlandesa, ocorrida entre os meses de janeiro e maio de 1918, com a vitória final da Finlândia. 

A Guerra de Inverno (Guerra Russo-Finlandesa), ocorrida entre os meses de novembro de 1939, até março do ano de 1940. Os soviéticos disponibilizaram para o conflito mais de 200.000 soldados comunistas para invadirem o território finlandês. A Finlândia dispunha de cerca de um milhão de homens aos fins do conflito. Perderam mais de 120.000 homens, enquanto os soviéticos com 23.000. (vitória soviética) 

Com o início da Segunda Guerra Mundial, a Suécia declarou a neutralidade e reforçou a sua capacidade de defesa militar (Beredskap). Dos 20 países europeus que se declararam neutros em 1939, só 8 conseguiram permanecer fora do conflito durante toda a sua duração – Suécia, Irlanda, Portugal, Espanha, Andorra, Liechtenstein, Suíça e Vaticano. 

A Alemanha atacou e ocupou a Dinamarca e a Noruega em 1940, colocando a Suécia sob forte pressão. 
O governo sueco fez concessões à Alemanha, permitindo transportes militares alemães da Noruega para a Finlândia e para a própria Alemanha. Por outro lado recusou o pedido da Inglaterra e da França para passagem de tropas aliadas para ajudar a Finlândia. 

Igualmente, a indústria sueca fez grandes negócios com a Alemanha, para onde forneceu minério de ferro e produtos siderúrgicos e metalúrgicos. 

A Suécia recebeu inúmeros refugiados judeus e anti-fascistas, com destaque para os judeus dinamarqueses e noruegueses, e para os prisioneiros resgatados dos campos de concentração na Alemanha.

Túnica M39 voluntário Sueco 2ª Guerra Mundial

R$ 0,00Preço

    Precisa de ajuda ?

    Paraná Militaria - Todos os Direitos Reservados

    • Facebook
    • Instagram