Características

  • 1º Padrão 2ª Guerra, que informava o endereço e o nome de um parente para contato, neste caso o pai do soldado.
  • Este modelo foi substituído pouco tempo depois. O novo padrão não informava endereço e nome de parente, já que há relatos que o inimigo enviou ao famíliar nos EUA, itens pessoais do soldado caído, ou prisioneiro, afim de uma guerra psicológica.
  • Plaqueta de identificação, e corrente curta "modelo grossa", em aço inox
  • Religião Protestante  "P" 
  • Datado, T42: 1942 última antitetânica (Um soldado convocado logo após os Estados Unidos entrarem na guerra - Dez 1941)
  • Tipo sanguíneo “O” (na época não tinha o fator RH)
  • De acordo com o nº de série, um soldado “convocado”, nas localidades: Illinois, Michigan, Wisconsin. Por Eliminação, de acordo com o endereço para contato, o soldado saiu de Illinois.

 

Na história

Um dog tag é o nome informal para as plaquetas de identificação usadas por militares, por causa de sua semelhança com coleiras de cachorro (do inglês,dog tags).Tais plaquetas são usadas primariamente para a identificação de falecidos ou feridos, e para serem providenciadas as informações médicas básicas para tratamento: no dog tag está contido o nome e sobrenome do soldado, nº de série, religião (em caso de morte, usar a oração, e cruz adequada) tipo sanguíneo e histórico de tratamentos usando substâncias químicas (através de vacinas e afins).

Dog Tag 1942 - 2ª Guerra Mundial

R$ 490,00Preço