Características

  • 1ª Guerra mundial
  • Medalha da Vitória Interaliada
  • Inglaterra
  • Numerada e Noninal
  • Alfred Blake
  • R.E - Royal Engineers
  • A fita com resquícios da costura para afixar a medalha na túnica
  • O documentos postados aqui, são prints do arquivo inglês (não acompanha o físico) com informações da vida militar e pessoal.
  • Linda, em ótimas condições

 

Na história

O Corpo de Engenheiros Reais tem uma longa herança que muitos corpos não podem competir. Eles eram descendentes diretos dos Engenheiros Militares de Guilherme, o Conquistador.

Os RE’s estiveram envolvidos em todos os grandes conflitos que o Exército Britânico travou e desde então tem cumprido seu lema "Ubique" ("Em todos os lugares").
 

Na 1ª Guerra Mundial, as companhias de construção de túneis Royal Engineer, apelidadas de "The Moles", eram unidades especializadas do Corpo de Engenheiros Reais do Exército Britânico, formadas para cavar túneis de ataque sob as linhas inimigas durante a Primeira Guerra Mundial. Eles projetaram e construíram as fortificações da linha de frente, criando cobertura para a infantaria e posições para a artilharia. Estava nas mãos dos ERs tecnicamente qualificados o desenvolvimento de respostas à guerra química e subterrânea.
 

Os REs mantiveram as ferrovias, estradas, abastecimento de água, pontes e transporte - permitindo o abastecimento dos exércitos. Eles operavam as ferrovias e hidrovias interiores, mantinham sistemas sem fio, telefones e outros equipamentos de sinalização, garantindo a existência de comunicações.

 

Os Royal Engineers tornaram-se uma organização grande e complexa; em 1 de agosto de 1914, o RE era composto por 1056 oficiais e 10394 homens do exército regular e da Reserva Especial, além de outros 513 e 13127, respectivamente, servindo com o RE da Força Territorial.

 

Em 1915, em resposta à mineração alemã de trincheiras britânicas sob as então estáticas condições de cerco da Primeira Guerra Mundial, o corpo formou suas próprias companhias de construção de túneis. Tripulados por experientes mineiros de carvão de todo o país, eles operaram com grande sucesso até 1917, quando depois que as posições fixas foram rompidas, eles construíram abrigos profundos como o abrigo Vampiro para proteger as tropas de bombardeios pesados. Em 1º de agosto de 1917, tinha crescido para um total de 295.668. Era doze vezes maior do que o estabelecimento em tempos de paz.

Medalha da Vitória - 1ª Guerra Mundial

R$ 620,00Preço